VÍRUS - CHRIS PINE MOSTRA SER UM EXCELENTE ATOR INTERPRETANDO UM SER DESPRESÍVEL!


Você sabe que um sujeito é um bom ator quando ele interpreta um bandidão e você fica com nojo dele. - Olavo de Carvalho






Uma das primeiras coisas com as quais eu concordei com Olavo de Carvalho, foi em um artigo no qual ele dizia algo que eu já tinha afirmado: que Hannibal Lecter (Antony Hopkins), personagem de O Silêncio dos Inocentes, era uma personificação do demônio. Quando ele escreveu a frase acima em sua conta do Twitter, eu fiquei imaginando quem seria bom ator o suficiente para eu ter nojo dele. Hoje assisti o filme no qual isto ficou visível. O nome do ator é Chris Pine.

Embalado pelas atuais notícias sobre Zika e Macroencefalia, me senti tentado a assistir um filme chamado Vírus. Como sempre as traduções brasileiras quase não dizem o nome real que neste caso é o portador. Alguém que está carregando o vírus que está acabando com a humanidade. 



O filme não se concentra em encontrar um culpado pelo aparecimento da doença, ou mesmo em confundi-lo com algum filme de zumbi. O que eu vejo o tempo todo é um ser humano sem nenhuma característica que possa fazer alguém gostar dele. Nem mesmo os olhos azuis do Chris Pine são argumentos bons o suficiente para sentir algum tipo de simpatia por Brian.

E eu me perguntava o tempo todo do filme: por que esta moça está com um filho duma puta destes? O cara não tem nada que preste e a outra fica com ele até ser completamente desprezada. Sabe o que é pior? Eu conheço várias mulheres exatamente deste modo. 


O sujeito só pensa em si mesmo e se nega a qualquer tipo de ajuda a alguém que esteja necessitando dele. O pior ainda é que ele mata sem o menor remorso, pessoas que estão apenas passando por perto.

O que há de mais importante neste filme é que não é contada nenhuma história, do tipo papai me batia, ou, eu fui torturado pela cia, ou violentado quando bebê, que possa justificar o fato de ele ser desprezível. Ele apenas vai juntando seu festival de desprezo pelos seres humanos ao seu redor, inclusive seu irmão Danny o qual não sei por cargas d´água aparece como o personagem principal do filme. 

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos,Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons. Destes afasta-te.
2 Timóteo 3



Depois de ele abandonar a própria namorada e uma menina doente, e matar outras pessoas para roubar a gasolina deles, creio que o momento crucial do filme é o sermão que ele passa no irmão, com o qual concordo plenamente. Ele diz algo parecido com:

"Você se acha muito melhor do que eu porque você não fez nada. E é exatamente isto que você faz o tempo todo. Fica assistindo eu fazer e não faz absolutamente nada."

Esta última frase me lembra outra que li no último domingo quando algumas pessoas resolveram ir para a rua protestar contra a vida que estamos vivendo no Brasil. É exatamente o tipo de comportamento que estas pessoas têm.

 Rosa Kupper compartilhou o vídeo de Sandra Lacerda.
38 min

Infelizmente, essas manifestações continuam a ser um passeio de domingo. Não vai dar em nada. A siituação do Brasil é grave, nossas manifestações deveriam ser de apedrejamento e ações de confrontação. Se algum europeu assistir à um video como esse, certamente, vai começar a sambar pensando que é carnaval no Brasil. Como que um povo pode batucar e cantar as suas proprias desgraças?




Suelda Almeida Rapaz!!! É o seguinte: Se com a saída de Dilma acabasse a robaieira no Brasil eu tava a essa hora lá em Brasília pedindo a cabeca dela. Mas infelizmente o Brasil é o País da impunidade uma das principais causas da corrupção. Tira Dilma pra quem assumir?? Cunha?? Aécio?? Todos já respondem a processos por desvio de dinheiro público ou seja robaieira. Pra resolver o problema do Brasil teria que tirar creio eu 95% dos políticos do nosso País e isso é impossivel. Moral da história tirar Dilma não resolve o problema da corrupção.

Comentários

Postagens mais visitadas