BATMAN VS SUPERMAN - A NOVA ERA EM SUAS CORES VERDADEIRAS


Quando falo de Nova Era em suas cores verdadeiras, estou pensando especificamente na ONU e na música da Cindy Lauper. Cores verdadeiras como arco iris. Tudo neste filme  tem uma clara mensagem da Nova Ordem Mundial, principalmente do Movimento Gay. É necessário que de novo, ela só tem o nome. Desde tempos imemoriais ela está por ai.




De todos os filmes de Zack Snayder que eu assisti, o único que não tem pelo menos um homem nu é o ótimo Sucker Punch. E quando digo que Batman Vs Superman é uma apologia gaysista, não estou dizendo que é um filme ruim. Apenas vi nele coisas que não existem em nenhum filme de Batman ou de Superman que não seja dirigida por este diretor.


Acima como Abaixo - esta estátua é o símbolo da Nova Era Mundial mais inconfundível neste filme.


Vejamos então o que ele tem de Nova Era ou de Movimento Gay. A maiores características do Movimento Nova Era neste filme é a aceitação pacífica do Super Homem / Clark Kent em ser adorado pela humanidade. Ele não é apenas um herói é alguém que as pessoas querem tocar tal qual qualquer católico romano tocaria um santo. Ele reconhece a si mesmo como um ser superior, mas não intermediário entre os humanos e Deus, ou os Deuses. 

Em relação ao Batman o símbolo mais nova era impossível é o garoto Bruce levitando no meio de um monte de morcegos. Além do mais ele tem pesadelos com figuras demoníacas, com no sonho em que ele está do deserto.


Amazing Grace - Tocada no funeral de Clark Kent/Kal El /Supeer Homem


Deus é citado a rodo neste filme, principalmente por Lex Luthor, que além de ser o gay maior do filme é também a figura que eu imagino de Friedrich Wilhelm Nietzsche. Os mesmos argumentos idiotas de qualquer ateu, como ele, é usado pelo Lex. Todo ateu que se presa, cita Deus e Ícaro como se fossem a mesma coisa, do mesmo modo que Lex cita: "Você chegou perto demais do sol!"

Os personagens místicos como Lex e a senadora interpretada por Holy Hunter têm muito mais destaque que qualquer outro. Os militares são um bando de idiotas que não têm um pingo de incentivo.

E obviamente temos a figura mitológica de Diana Prince, A Mulher Maravilha, filha de uma figura motológica chamada Hipolita, a rainha das Amazonas. Diana Prince foi criada pela Rainha Hipólita, das Amazonas, na ilha grega de Temiciscira. Em uma parte do filme ela diz que desistiu dos homens há 100 anos.

O outro elemento da Nova Era é o modo como o Batman é mostrado. Ao contrario de alguém que busca praticar a justiça, ele é so alguém cruel, como bem é mostrado por seu fiel mordomo Alfred. Para ele pouco importa que quando a cidade teve milhares de mortos, o Super Homem estava combatendo 3 seres tão super poderosos quanto ele mesmo. O que importa é colocar nele a culpa do que aconteceu. O Batman neste filme, não é alguém que questiona o governo. É alguém pior do que o governo.
O que Lex fala dos demônios é correto: os demônios vêm do céu. Só que ele usa a palavra sky, que significa fora da atmosfera, e não heaven, que é o local da habitação de Deus. Por isto a fascinação do cinema com ETs. No fundo eles esperam demônios.


Nesta parte de um filme hereticamente religioso é mais que prudente ter em mente a frase de Lex Luthor: 

"Isto deveria estar de cabeça para baixo. Nós conhecemos melhor agora, não sabemos? Os demônios não vêm do inferno abaixo de nós. Não. Eles vêm do céu." - Lex Luthor, diante de um quadro chamado Anjos Versus Demônios

Esta afirmação do gayzão ricaço casa perfeitamente com aquela na qual Bruce Wayne narra o início do filme:

"Houve um tempo em cima ... um tempo antes ... havia coisas perfeitas ... Diamantes absolutos. Mas as coisas caem ... as coisas na terra. E o que desce ... caiu. No sonho, ele me levou para a luz. Uma bela mentira." - Batman

E não pensem que o Movimento Nova Era não crê em Deus. Eles creem mais do que muitos cristãos. Eles apenas o vêm de modo inverso. Para eles os demônios são os verdadeiros Deuses. Sendo assim você deve ver as afirmação acima, tiradas do filme, pela mesma ordem do texto abaixo:
Sempre que em uma música, uma pessoa é citada como um anjo que caiu do céu, é necessário que se tenha em mente que o único ser descrito como tendo caído do céu é Lucifer, ou o demônio.

Como caíste desde o céu, ó Lúcifer, filho da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!
E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.
Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.
E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo.
Os que te virem te contemplarão, considerar-te-ão, e dirão: É este o homem que fazia estremecer a terra e que fazia tremer os reinos?
Que punha o mundo como o deserto, e assolava as suas cidades? Que não abria a casa de seus cativos?
Todos os reis das nações, todos eles, jazem com honra, cada um na sua morada.
Porém tu és lançado da tua sepultura, como um renovo abominável, como as vestes dos que foram mortos atravessados à espada, como os que descem ao covil de pedras, como um cadáver pisado.
Com eles não te reunirás na sepultura; porque destruíste a tua terra e mataste o teu povo; a descendência dos malignos não será jamais nomeada.
Isaías 14:12-20

E o que tem de tão gay assim neste filme. Saiba que estou falando da versão estendida que acabei de assistir: Por que raios um fã de heróis tem necessidade em ver o Bruce, completamente nu, tomando banho, logo após ver o Clark quase nu?

Lex, em vários momentos mostra um comportamento sodomita, principalmente quando Clark aperta a mão dele e no momento em que acaricia o rosto do falecido General Zod. Esta última cena é gay demais até para o mais inocente dos seres.

Outro fato é o modo como os homens serem mostrados. Batman e o Super são apenas dois filhinhos da mamãe cheios de mimos e não me toques. Só faltaram cuspir no chão e dizer um pro outro: "pise aqui se tem coragem!"
Diana Prince, A Mulher Maravilha foi criada pelo inventor do Detetor de Mentiras, razão pelo qual ela tem o Laço da Verdade, o qual obriga os laçados a só falarem a verdade. Aqui ela é interpretada pela atriz Israelense Gal Gadot


E quem são as figuras fortes do filme? As mulheres. A mulher maravilha parece mais a Maria Bonita, do bando do Lampião: "eu já matei monstros de outros planetas antes!". Interessante que mesmo Bruce perdendo pai e mãe no mesmo dia, é só da mamãe que ele lembra. O modo como fala do pai é até um tando desprezível. 

Estes homens femininos é crentes em deuses caídos do céu é exatamente o que mais tem no mundo de hoje em dia. Não é de se admirar que o mundo esteja cada vez mais um pé no saco.

Comentários

Postagens mais visitadas