O EVANGELHO SEGUNDO O BITCOIN


A primeira vez que ouvi falar sobre Bitcoin foi há uns 2 anos. Eu estava tentando fazer um blog ir para a frente e um rapaz chamado Anderson me pediu para publicar algo sobre o assunto. Como não entendia coisa alguma, fiz uma entrevista com ele e parou por ai. Até ganhei um Bitcoin dele, o qual não faço ideia de onde esteja. Se eu não tivesse trocado de computador, hoje poderia ter uns 900 reais na mão.


Página do Anderson: https://airbitz.co/biz/5731/front-end-for-bitcoin-web-services/ 


Antes de explicar o que é Bitcoin, quero mostrar porque usei o termo evangelho. Embora a maioria dos cristãos não saiba disto, a palavra grega evagelion significa: notícia agradável. Então algo que valia tanto que não me incomodei em cuidar, hoje vale uma boa nota. Esta é a notícia agradável sobre o assunto. 




Voltei a ter contado com o termo através do Canal Ideias Radicais, do youtube. As coisas que o Rafael diz fazem muito sentido para mim, então passei a prestar mais atenção quando ele falava da moeda digital. Como gosto dos mínimos detalhes, esclareço que provavelmente a palavra Bitcoin vem de Bit (Binay Digit) ou Digito Binário, os famosos 0101010101 e Coin, que significa moeda em inglês.


Como Bitcoin parece fazer parte daquelas palavras do tipo "presidenta", não se espante se em alguns palavras eu usar "o Bitcoin" e em outras "a Bitcoin!".
O youtube está cheio de vídeos, principalmente em inglês, explicando detalhadamente o que a Bitcoin. Vou então resumir em um mísero parágrafo. Ela é uma "moeda criptografada" que só existe no computador de quem a possui, ou daqueles que investirem em mineração das mesmas. Por mineração entenda a analogia de entrar em uma mina de ouro, para extrair um metal que depois será aceito como moeda de troca. Esta mineração é feita resolvendo alguns problemas e tendo como recompensa as moedas que forem surgindo.


A criptografia é um sistema que permite esconder alguma informação  por meio de símbolos que aparentemente não fazem sentido algum. Assista o vídeo acima para ter uma noção bem básica de como ele funciona. Aconselho que assista os vídeos mais cursos passando para os de maior duração, assim seu conhecimento sobre ele avança lentamente e com segurança.

A principal característica do Bitcoin é que ele só existe e é transferida por um sistema chamado P2P. Trocando em miúdos, um cliente vai a um bar ou uma loja comprar um produto. Ele tem alguns bitcoins em sua carteira digital, que fica em seu celular. Quando ele vai pagar, transfere automaticamente as moedas do celular para o computador ou celular da loja. A transação é feita de tal modo que a quantia paga é completamente apagada do local de origem, sem passar por nenhuma instituição como banco ou agência do governo. E isto de forma completamente segura e anônima.

Algumas questões filosóficas surgem na mente de quem nunca ouviu falar de Bitcoin:



1 - Ela não pode ser usada de maneiras ilícitas? 

Tem coisa mais ilícita e imoral do que você ser roubado por agentes do governo? O povo brasileiro foi estuprado moral e financeiramente por 13 anos, naquilo que Marco Antonio Villa classificou como o maior escândalo da história da humanidade desde Hamurabi na Babilônia. E nada disto foi feito usando Bitcoin. Logo, o fato de alguém comprar maconha ou outras coisas parecidas é da conta única e exclusivamente que quem comprar, de quem vender e da polícia.


2 - Quem vai garantir a segurança de uma moeda que não existe de verdade?

Se você tem a doce ilusão que moedas como dólar e o real têm existência verdadeira, você está confundindo papel desenhado com outra coisa. O FED, banco central americano, nem mesmo é uma agência governamental. É uma gang fundada por banqueiro no início do século XX, que para assegurar que não haveria nenhum tipo de denuncia sobre sua origem macabra, chegou a afundar um navio fabricado especialmente para acabar com a concorrência de forma definitiva. O nome do navio é Titanic. E todas as moedas do mundo têm seu valor baseado na existência de uma moeda que é criada do nada e que tem o nada como garantia.


Este é o melhor vídeo que já assisti sobre a origem do dinheiro. Infelizmente não existe em português.


Quais vantagens podem existir com uma moeda digital como a Bitcoin? Veja algumas:

Você não precisa de bancos ou governos para enviar dinheiro daqui pra Nova Zelândia ou de Xangai para Nova Iorque. Isto é feito instantaneamente sem os governos fazerem a menor ideia do que está acontecendo e consequentemente sem ter como pagar imposto. E nem adianta o estado da California ou de Nova Iorque proibirem transações com Bitcoin. Quem as usa não leva governo nenhum a sério.

Apesar de as transferências de bitcoins serem públicas, tudo o que você sabe sobre quem enviou ou quem recebeu é um amontoado de letras e símbolos que não fazem o menor sentido. Você só se identifica se quiser. E como é este o objetivo da moeda sua segurança está completamente assegurada.

Como não existem uma moeda física, os batedores de carteira vão perder o emprego e terão de arrumar um meio menos ineficiente de se sustentarem. Quem sabe bater uma laje!

Por fim, aqueles que vivem de parasitar o próximo, como banqueiros, governos e ladrões terão de encontrar um modo melhor de conseguir serem recompensados. Quando não for possível o governo cobrar impostos dobrados por algum serviço, terão que se contentar com o pouco de dinheiro que conseguirem arrecadar. Assim ser político deixará de ser uma atividade lucrativa para gente desonesta.


Comentários

VOLTE SEMPRE

VOLTE SEMPRE

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA ABERTA A VITOR RODRIGUES FERRULIA

BITCOIN (MOEDA DIGITAL) - FAZENDO AS PERGUNTAS CORRETAS

CIDADE DE CHICAGO USARÁ A BLOCKCHAIN PARA REGISTRO DE IMÓVEIS