CAPITÃO AMÉRICA - GUERRA CIVIL

Tenho certeza que você não percebeu, mas o excelente filme Capitão América - Guerra Civil é uma sessão de tortura no expetador. Desde a primeira cena até a última sua mente é levada a duvidar dos conceitos sobre a vida, principalmente sobre lealdade, amizade, trabalho em grupo, patriotismo. E o que é pior: é levado a pensar que a ONU é outra coisa que não a gang internacional responsável pelas maiores barbaridades que já existiram no planeta terra.



Vamos por partes, como diria Jack. O filme tem início com o soldado Buck Barnes sendo torturado por um tal de Barão Zemo. Logo de cara você fica desnorteado com a questão de poder. Afinal de contas quem é mais poderoso, um super soldado geneticamente modificado e com um braço artificial ou um psiquiatra maluco. Se você conhece o Dr. Hannibal Lecter tenho certeza que não terá dúvidas sobre isto.



Acontecer que o tal Barão não age sozinho e ele coloca seus capangas para armar os maiores barracos e deixar os Vingadores com a consciência pesada. Algo tipo o PT e seus Pixulecos associados querendo que a população brasileira sinta-se culpada pela desgraça que eles espalharam no país por tanto tempo.

Inicia-se então a velha iniciativa de dividir para conquistar. E o bom psiquiatra consegue colocar seres super poderosos, chamados Vingadores para brigarem entre si. E logo aparece um burocrata do governo mundial, que por sinal é o sogro do Hulk, para chantageá-los emocionalmente, como todo babaca de qualquer governo sempre faz. Como diz o psicologo do vídeo abaixo: "quando um psiquiatra concordar com você, é melhor você ficar muito preocupado.



A grande chantagem colocada pela ONU, gang responsável pela maior  quantidade de pedófilos do mundo, estuprando criancinhas dos países africanos e os usando como cobaias para drogas que um dia serão chamadas de remédios, é o que é conhecido como coletivismo. Perceba que quando a garota com poderes está na Africa, eles estão tentando evitar que uma arma biológica seja espalhada. Estas armas biológicas são os experimentos que gente como Bill Gates fazem nas populações pobres do mundo. Principalmente através de vacinas.



Voltando ao coletivismos, é um conceito de tortura coletiva pela qual a população de um país é levada a pensar que tudo deve ser feito pelo bem maior da maioria. Este coletivismo é então separado no coletivo negro, coletivo das mulheres espancadas, coletivo do anões mancos e toda esta babaquice que é jogada na sua cara através de jornais, novelas e principalmente daquele professor comunista nas mãos de quem você deixa seu filho.




Outra chantagem que é mostrada com todas as letras: usar armas, no caso os poderes de cada um dos Vingadores é algo que traz a desgraça. Perceba que em nenhum momento, nenhum deles joga na cara do chantageador que quem trouxe a miséria foram os vilões. Algo como um tal de FHC que vive defendendo o PT e querendo que o povo brasileiro se renda a eles.

E qual o resultado de toda esta tortura psicológica. Como bem cantaria o sábio filósofo Paulinho da Viola em sua bela canção Pecado Capital: quando o jeito é se virar, cada um trata de si, irmão desconhece irmão. E assim o bom soldado Steve Rogers, vulgo Capitão America é levado a travar uma briga mortal com seu amigo Tony Stark, vulgo Homem de Ferro para defender seu igualmente amigo Buck Barnes, o qual foi submetido a torturas das mais sádicas até ser transformado em um robô assassino. Para os que não sabem a palavra robô significa: escravo.

E é toda esta escravidão que você tem que lidar todos os dias, seja você um marmanjo cinquentenário, como Tony Stark ou um adolescente como Peter Parker. Interessante que o garoto responde ao bilionários sobre por que é o Homem Aranha com um conceito tirado diretamente da bíblia: todo aquele que sabe fazer o bem e não o faz, nisto está pecando.

Então boa sorte em suas escolhas e aprenda a defender sua mente quando estiver diante de uma tela. Você pode ter sua mente manipulada sem nem perceber.


Comentários

Qual seu grande projeto?

Qual seu grande projeto?

Postagens mais visitadas