FLASHPOINT

Se tem uma coisa que eu não aguento mais é ver Nora Allen ser assassinada. Espero que esta tenha sido a última vez. Flashpoint é a adaptação para a série de TV, de uma história em quadrinho meio sombria. Vou falar apenas do episódio da TV porque, com a internet, qualquer um pode assistir tudo e fazer sua própria comparação.



O episódio tem início 3 meses após o assassinato de Henry, pai de Barry. Ele então com seus super poderes volta ao passado mais uma vez e evita o assassinato de sua mãe, o qual é o começo de toda a história, inclusive daquela que o transformou em um meta humano.


Se o pobre do Barry não encontrar ajuda urgentemente poderá se confundir completamente.


Barry tem toda a felicidade que um filho pode ter, convivendo com seus país. O problema é que, assim como o vilão ao qual ele aprisionou, Barry sabe que aquilo ali não é uma vida verdadeira.


Alex Desert, que interpreta o Capitão Mendes, interpretava Júlio Mendes, melhor amigo de Barry Allen na série dos anos 90. Barry era interpretado por John Wesley Shipp que interpreta Henry, pai de Barry na série atual.


Para ter seus pais de volta, o garoto tem uma outra vida na qual Joe, seu pai adotivo é um alcoólatra irresponsável, e Wally é o herói que todos conhecem como o Flash. Para mim o que existe de melhor nesta série é o relacionamento de Barry com seu pai adotivo Joe, sendo assim esta versão é tão impactante quanto o Thomas Wayne da versão em animação.
Deus, eu queria poder matar você. Mas hoje eu tenho de ser o herói.


E ai aparece mais um vilão com super velocidade, que é outra coisa que eles deveriam parar para o próprio bem da audiência, e para combatê-lo Barry, reúne seus amigos os quais, em sua opinião, saberiam o que fazer. Entretanto naquela realidade, eles nem mesmo se conhecem um ao outro.


"Isto não é seu lar Barry. É uma miragem, uma ficção que acabará com nós dois. Como você chama este Admirável Mundo Novo que você inventou para nós? Eu estava pensando: Flashpoint!" - Eobard Thawne (Matt Letscher)




Ao fim do episódio quando Wally quase é assassinado, Barry retoma ao seu tempo original, no qual como contratempo Iris e Joe estão brigados.




Somente duas coisas são realmente interessantes neste episódio:

1 - A interpretação de Matt Letscher como o Flash Reverso. Nos poucos instantes em que ele aparece, consegue ser de um cinismo e uma crueldade, que faz ter vontade de entrar na tela e dar cabo dele com as próprias mãos. Quando ele fala para Barry que ele irá implorar que o Reverso mate sua mãe é simplesmente revoltante. Quando ele obriga Barry a dizer que quer que ele faça isto, é impossível não sentir asco pela criatura.


Um fato que achei curioso, é que todas as vezes que o Flash e o Kid Flash aparecem juntos, é nesta posição que dá a impressão que o Wally é mais baixo que o Barry, embora a diferença de altura entre os dois seja de 4 centímetros.

2 - O outro motivo pelo qual vale à pena assistir este episódio é uma frase que o Flash Reverso diz para Barry: "isto não é uma realidade, é uma ficção que irá matar a nós dois". Este é um termo psiquiátrico chamado de crise de paranoia. Quando um ser humano passa uma situação tão insuportável psicologicamente, sua mente sai da realidade e cria uma situação alternativa na qual ele não vive aquele momento. É o que se passa na mente de Barry, ao presenciar o assassinato de seu pai, do mesmo jeito que presenciou o de sua mãe. Sua mente inventa um lugar inexistente na qual se refugia. É por isto que o vilão não consegue matá-lo. Porque ele (O Flash Reverso) não existe, do mesmo jeito que nada naquele mundo que o Barry Criou. A única coisa real ali é a mente de Barry Allen tentando sobreviver ao assassinato dos pais.



O Barry felizmente é apenas um personagem fictício, feito para nos divertir e mostrar alguns valores importante como o amor familiar. Infelizmente os orfanatos estão cheios de crianças órfãs de pai e mãe. Estes ainda tem o consolo de saber que seus pais não têm como protegê-los. O pior é quando eles existem e os abandonam. Ai, só a misericórdia divina para saber que mundo habitam naquelas mentes.

Comentários

Qual seu grande projeto?

Qual seu grande projeto?

Postagens mais visitadas