FACEBOOK PRETENDE VIGIAR MAIS AINDA SUA VIDA



Se tem uma coisa que não serve para nada é o Facebook. Tente por exemplo colocar a frase: "Você acha que eles queriam uma drag queen como presidente e um gay como primeiro damo?". Você certamente será bloqueado e sua mensagem apagada. Foi isto que aconteceu comigo quando comentei sobre Michelle Obama se candidatar a presidência dos Estados Unidos.

Para entender o que quero dizer, esqueça minhas opiniões sobre o casal presidencial americano e pense apenas no termo censura. De que serve uma ferramenta de comunicação na qual você não tem liberdade de se comunicar como queira? 


E onde eu quero chegar com isto? Por causa da desmoralizante eleição de Donald Trump, contra o qual o Facebook fez campanha descarada e deslavada, o Facebook está considerando um meio de impedir notícias falsas na rede social. Joselito Muller pode procurar outro lugar para contar piada. Acho que o José Simão também.


Obviamente que eles (Os grandões do Facebook) dizem que tomarão todo cuidado para que o povo tenha uma voz. Segundo eles, algumas horas antes de a eleição ter seu resultado anunciado, o Facebook foi acusado duramente de espalhar notícias falsas que beneficiavam Donald Trump. O que é exatamente o contrário. Ou seja, tudo o que eles querem para aumentar mais ainda a já existente censura marronzista e comunista do Foicebook, é para o seu próprio bem.

O que o Zuckerberg esquece é que já houve um Orkut e um dia poderá haver uma outra coisa qualquer. Os impérios vêm e vão, principalmente no reino volátil da internet.

Ainda em tempo: o The New York Times, no qual a notícia foi propagada, perdeu milhares de assinantes após a eleição de Donald Trump. Motivo: não acertaram absolutamente nenhuma das previsões que fizeram sobre o resultado das eleições.

Comentários

Postagens mais visitadas