KILLERFROST, POR QUE EU ASSISTO THE FLASH?


"Todas as vezes que eu acho que você esgotou todos os modos de ser um herói, você me mostra outro." - Joe West para seu filho Barry Allen


Esta é a terceira temporada de uma série que começou apenas como um episódio em outra série, Arrow. Antes de assisti-la, minha ligação com os personagens era apenas através das HQs Novos Titans dos anos 80. Wally West era um dos personagens.

Descobri na série coisas bem bacanas, como a lealdade que um filho deve ter a seu pai quando todos duvidam dele. Ou Como criar uma família quando tudo ao redor está se partido. O relacionamento de Joe West com seus filhos Barry, Iris e Wally é o que realmente me encanta em tudo isto. 

Neste episódio, todos ficaram fascinados com os poderes de Caitlin Snow e com o tal Deus da Velocidade, Savitar. Eu de minha parte me peguei prestando atenção em outros detalhes mais filosóficos.

O pobre do Barry leva uma vida na qual se sente culpado de tudo, afinal de contas, ele avacalhou com a linha do tempo, ou seja ele mudou a história de sua vida e isto trouxe consequências estranhas, como o fato de Caitlin e Cisco terem os poderes que eram de suas réplicas vilanescas. Afinal de contas eu sou mal porque tenho os mesmo poderes de alguém mau? 

Então num momento de sabedoria, Iris diz a seu irmão adotivo e namorado, uma frase bem interessante: "você não é Deus". Sim, coisas más acontecem no mundo diariamente, principalmente com pessoas boas. O que você deve fazer para conviver com isto? Como diria meu pai: "levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima", ou: "chafurdar na lama não é a melhor maneira de se limpar". Então siga sua vida e tenha um plano para ela, mas sem esquecer que Deus existe e que você não é ele. Coisas boas podem acontecer quando você pensar assim.




O outro conceito que tenho certeza ninguém notou é: uma pessoa boa pode usar uma arma e talvés matar outra pessoa? Quando vi Joe West apertando o nariz de um prisioneiro, enquanto o interrogava sobre como salvar seu filho Wally, foi impossível não lembrar de Jack Bauer. Estamos em um mundo em que os mocinhos querem prender os vilões oferecendo flores ou com dancinhas homoeróticas. Algumas vezes, para salvar a vida do seu filho, você terá que escolher entra a vida do seu filho e a do vilão. 

E nesta hora, saíba escolher bem, pois os vilões também tiveram suas escolhas na vida.  

E por fim Wally West finalmente tem super velocidade. Agora resta esperar que os produtores façam o relacionamento dele com Barry Allen ser algo legal, afinal de contas nas HQs, Barry adota Wally.



Comentários

Postagens mais visitadas