RENAN CALHEIROS X STF X EDUARDO CUNHA - A CONSPIRAÇÃO



Antes que você diga algo, eu não sou o Reinaldo Azevedo e não sou especialista em política. Também não votei em Renan Calheiro, Eduardo Cunha ou qualquer dos processados pela Operação Lava Jato. Não, eu nunca votei em Lula, Dilma ou qualquer outro Petista. Arrependo-me profundamente de ter votado em Aécio Neves na última eleição. Deveria ter votado em branco ou anulado o voto.

Entretanto, ao longo de minha vida, li muitos livros relacionados a vários tipos de conspiração. Desde aqueles que mostravam em detalhes que o Nazismo não teria existido sem a colaboração técnica da multinacional americana IBM (International Business Machines), outros mostrando detalhes do famoso Escândalo WaterGate e relacionados à maior fraude da história da humanidade, que é a organização terrorista internacional chamada Indústria Farmacêutica. Esta última é a verdadeira mentora e financiadora de todas as campanhas pró aborto do mundo, inclusive no Brasil.

Entre estas conspirações, a considero mais importantes é a relacionada ao Projeto Monarca de Controle da Mente, inventada pelo medico nazista alemão Josep Mengele, o qual morreu de velhice no Brasil, e levada adiante pela CIA (Central Inteligente Agence). As técnicas de tortura empregada neste tipo de conspiração e mostrada em detalhes em filmes como Efeito Borboleta e Teoria da Conspiração são usadas largamente em todo o mundo moderno, principalmente em lugares como o Brasil.

E o que estas conspirações tem a ver com Renan, Cunha e STF? Tudo e mais alguma coisa. O principio básico destas conspirações é deixar a vítima, que neste caso é você e o resto do Brasil, fique tão confusa, que no final das contas ela nem mesmo saiba quem é. É exatamente isto que está acontecendo com o Brasil atualmente e mais precisamente com a Praça dos 3 Poderes em Brasília. Para quem nunca foi nesta praça, é nela que fica em frente uns aos outros o STF, O Palácio do Planalto e o Congresso Nacional.

As torturas empregadas nestas conspirações brasileiras são tão grandes, que o povo nem acha mais anormal, absolutamente todos os dias aparecer alguém acusado de roubar milhões e bilhões de reais dos trouxas que pagam impostos. O lado mais calhorda desta conspiração é comparar em pé de igualdade coisas como Petrolão com o sujeito que pulou a catraca do ônibus para não pagar a passagem. Eles querem que você os ache uns santos porque algum dia você ficou tão na miséria que nem teve dinheiro para comprar um pão.

Veja por exemplo, o convite feito ao juiz Sergio Moro para depor no Senado Federal. O objetivo óbvio de toda aquela palhaçada foi envergonhar o Meritíssimo Juiz e por tabela deixar o povo brasileiro sem qualquer tipo de reação. Isto acontece quando a vítima da tortura é expostas todos os dias e o dia todos a situações vexaminosas, as quais elas não têm controle. O sujeito fica babando e cagando em suas calças diante do absurdo de pensar que não existe ordem e lógica na vida.

No caso de Eduardo Cunha e Renan Calheiros, um foi afastado rapidamente pelo mesmo STF que se acovardou diante do segundo. Eduardo Cunha foi preso e está preso até hoje enquanto Renan Calheiros, a quem somente Alagoas idolatra, mostra que realmente é o Rei do Cangaço e é quem manda naquele puteiro a céu aberto chamado STF.

Diante de toda a calhordice desta gente engravatada me sobra na mente a possibilidade de que talvez Eduardo Cunha seja realmente inocente dos crimes dos quais ele é acusado. Afinal de contas ele foi o maior defensor do conservadorismo e principalmente do cristianismo no meio daquela Babilônia (confusão) que é Brasília. Obviamente que não coloco minha mão no fogo por ninguém. Apenas reconheço os padrões de tortura que acontecem pelo mundo aforam. Não me espanta nem um pouco se, em um ou dois anos, toda a população brasileira se colocar contra Sérgio Moro.






Comentários

Postagens mais visitadas