#BITCOIN E A CONFIANÇA EM UMA TERCEIRA PARTE



Em meu trabalho eu sou um funcionário público municipal e em meu primeiro emprego eu era um funcionário público estadual. A única coisa que existe em comum entre os dois empregos é que eu entro, ou entrava em locais aos quais eu não entraria de outra maneira. 

Com um mísero crachá com meu nome e o símbolo e nome da Prefeitura da cidade que eu trabalho, eu já entrei nos seguintes estabelecimentos: quartel do Exército Brasileiro, sede da Polícia Federal, todos os bancos da cidade, a maioria dos motéis da cidade, a maioria das Igrejas e Lojas Macônicas da cidade, em todos os condomínios de luxo da cidade e os mais exóticos de todos, no lixão e no cemitério da cidade. 

E neste trabalho, eu levo dentro de uma muchila instrumentos perfurantes, que podem perfeitamente ser usados para matar uma pessoa. E eu entro em todos estes lugares com estes instrumentos.

Quando estou vestido com meu lindo uniforme, que mais parece roupa de escola primária e um crachá, eu sou legalmente imbuído de algo chamado de "Fé Pública". Isto significa que no exercício de minha profissão tudo o que eu dizer é a verdade perante a lei, a não ser que alguém prove que eu estou mentindo.

E o que isto tem a ver com o Bitcoin? Imagine por um instante que você vai confiar todas as suas economias nas mãos de alguém desleal. Como está escrito na Bíblia é algo tão bacana quanto um dente quebrado ou um pé deslocado. Pode ser bem doloroso. Foi isto que aconteceu no Brasil quando Fernando Color de Melo era presidente. Todo o dinheiro do povo foi roubado pelo governo. Não foi simplesmente uma frase de efeito como "imposto é roubo". O governo foi além e roubou toda a poupança da população brasileira.

Vejamos como você tem de ter esta mesma fé cega, que as pessoas têm no meu crachá em uma mísera compra pela internet: Você tem de confiar em uma terceira parte que tem um site na internet. Se ele nã for seguro sua transação pode ser um desastre. Você tem de confiar em um cartão de crétido, ou em um banco, de que você vai digitar sua senha em um site qualquer e não será roubado. Depois você tem que confiar em uma empresa que entregará a mercadoria que você comprou.

Julian Assange, do site Wikileaks, acabou de ler um código de um bloco do Bitcoin para provar que ele estava vivo.


E qual a confiança que você deve ter para usar o Bitcoin? Absolutamente nenhuma. Não existe um Banco Bitcoin, uma Prefeitura Bitcoin, e você não necessita ver um crachá como o meu, que um adolescente de 15 anos falsificaria com perfeição.

O site UOL divulgando o Bitcoin é algo bem bacana mesmo. Eu imagino quando os bandidos da lava jato descobrirem a moeda. Vão pensar que estão presos ou serão presos à toa. Poderiam ter roubado em Bitcoin

No Bitcoin, a garantia que você tem de que uma transação entre duas contas é segura, é que aquela transação é divulgada em todos os nós, do mundo inteiro, que tenham o programa Bitcoin para mineração. No instante em que você envia uma quantia qualquer de BTC para qualquer parte do mundo, ela está registrada na maioria dos países africanos, no México, nos Estados Unidos, e principalmente na China, o país com o maior número de usuários de Bitcoin no mundo.

Sobre o meu trabalho, as pessoas que me recebem não têm obrigação de reconhecer o meu chará. Neste caso eu tenho autoridade legal para chamar um polícial e forçar a entrada no estabelecimento. No caso do Bitcoin, sua segurança está registrada em códigos matemáticos e programas de computador que estão publicados para qualquer um conferir o que ele faz. Eu não tenho paciência para ir decifrar o tal código, entretanto sei que ele é muito mais confiável do que o meu crachá.



Comentários

VOLTE SEMPRE

VOLTE SEMPRE

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA ABERTA A VITOR RODRIGUES FERRULIA

BITCOIN (MOEDA DIGITAL) - FAZENDO AS PERGUNTAS CORRETAS

CIDADE DE CHICAGO USARÁ A BLOCKCHAIN PARA REGISTRO DE IMÓVEIS