HELL OR HIGH WATER.


Inicialmente gostaria que eu gostei muito de assistir a este filme. Ele é divertido ao extremo e em momento algum é chato.

Como eu gosto de tudo bem explicadinho, vamos ao porque do título original. "Inferno ou água alta". High Water é que é conhecido em português como a crista da onda, o momento no qual ela está mais alta e perigosa. E a expressão "hell or high water" significa que você deve cumprir sua obrigação de pagar algo que deve, não importa o que aconteça ou quão difícil seja a situação. A expressão é dita por um funcionário do banco, que sabe de onde está vindo o dinheiro do pagamento e aparentemente gosta disto.



O filme é então sobre um homem, interpretado por Chris Pine, divorciado que tem a missão de pagar uma dívida astronômica com um banco. Dívida esta contraída através de juros abusivos, coisa bem comum em matéria de bancos. Ele então resolve pagar tal dívida chamando seu irmão para assaltar algumas agências deste mesmo banco.
O outro lado da moeda mostra dois Patrulheiros, um dos quais interpretado por Jeff Bridges e que vive fazendo bulling com seu colega, o qual é descendente dos índios a quem aquelas terras pertenciam.

Como o filme é basicamente uma sequencia de assaltos e investigações, vou falar somente sobre as implicações morais do mesmo.

A primeira implicação moral é que banco é realmente o mau do mundo. Esta instituição é responsável pela miséria da maior parte da humanidade e é exatamente por isto que o Bitcoin está chegando ao astronômico valor de R$ 3651,32 enquanto escrevo isto. 

A instituição "Banco" é o maior Cartel do mundo, só comparável à Indústria Farmacêutica. Eles vivem de fabricar dinheiro "do nada", emprestar a juros imórais e depois esfolar o sujeito vivo, por não pagar sua dívida.

Isto entretanto não faz santo um sujeito que pega em uma arma para assaltar um banco, ou qualquer outro lugar. As pessoas têm escolhas na vida e isto fica bem claro no final, quando o patrulheiro Marcus diz ao ladrão Toby: "Seu irmão fez isto porque ele gosta. Ele rouba porque ele gosta e ele matou meu amigo porque ele gosta. Mas e você?" Sim, as pessoas têm escolhas na vida e algumas decidem levar vidas do lado negro da força. Não existe história de que "sempre fui pobre e isto era como uma doença contagiosa em minha família", como Toby tenta se mostrar menos bandido do que o que realmente é. 

Ben Foster recebendo um premio de melhor ator secundário por seu papel neste filme.

O legal em relacão a ele é interessante que reconhece este fato, quando conversando com o filho ele diz: "Você vai ouvir coisas ruins sobre mim, e elas são verdade. Não seja como eu".

A outra parte interessante do filme é o Bullyng do patrulheiro com seu colega índio. Fica claro no filme que ele não pensa nada daquilo, como se o caráter de uma pessoa fosse baseado em sua raça ou cor. Tanto que a única cena realmente comovente acontece quando o patrulheiro índio é morto. Nota-se um desespero completo no rosto do amigo bulinador. Ainda quando ele estava vivo, ele diz ao amigo: "vai chegar um dia no qual eu não vou estar mais aqui, e você vai sentir falta de ouvir minhas piadas e quando eu morrer, você vai rir em meu funeral, lembrando delas".

Então, a não ser que você assista com a mentalidade de alguém com a cabeça de Petista, você pode assistir a este filme, rir com ele e nem por isto achar que é legal assaltar bancos ou humilhar gratuitamente a alguém que confia em você.

Cultura inútil: várias localidade do filme são referências a outros filmes com Jeff Bridges. 

Comentários

Postagens mais visitadas