#BITCOIN X DASH - É TUDO UMA QUESTÃO DE PODER



Poder (do latim potere) é a capacidade de deliberar arbitrariamente, agir e mandar e também, dependendo do contexto, a faculdade de exercer a autoridade, a soberania, o império.

O mundo em que vivemos só se importa realmente com uma coisa: poder. É a vizinha chata que quer controlar a vida de todos em redor de sua casa. É o chefe que tenta comprar a lealdade de seus subordinados e os subordinados que fingem aceitar a compra de sua lealdade, e no fim das contas não é leal nem a si mesmo.




Pensando em dividir o poder do mundo de modo mais justo, Satoshi Nakamoto inventou algo chamado Bitcoin: uma moeda eletrônica sobre a qual ninguém tem poder, a não ser aquela que a possui. Imagine Jack Bauer torturando alguém para saber onde ele escondeu 10 bilhões de dólares em Bitcoin. Ele pode passar 10 dias seguidos fazendo todo tipo de terrorismo com a pobre alma, que ele não terá condições de dizer onde os escondeu. Isto porque, assim como a Matrix, o Bitcoin está em todos os lugares e em lugar nenhum.

"O único motivo pelo qual você está consciente, neste exato instante, é porque eu não quero ter de carregar você!" - Jack Bauer


E na guerra de egos em que até os amantes das moedas criptográficas se encontra, temos atualmente 2 tipos de conflito: os que querem separar o código inicial, partindo o Bitcoin em duas moedas diferentes. E aqueles que querem abandonar a DASH e voltar à comunidade Bitcoin.

"Para todos os sonhadores lá fora, ao redor do mundo assistindo esta noite em lugares como a Ucrânia e Venezuela, eu quero dizer que estamos aqui e como vocês lutam para ... fazer seus sonhos acontecerem, viver o impossível ... Estamos pensando em você esta noite." - Jared Leto ao receber o Oscar de melhor ator secundário.


O caso verdadeiro é que Bitcoin não é só um protocolo, uma linha de código que faz um aparelho qualquer trabalhar. É uma comunidade na qual a coisa menos necessária é confiança; suponhamos que o time do Bitcoin Unlimited faça realmente sua divisão (hard fork) e lance uma nova moeda. Ela só terá sucesso de alguém aderir a ela e comprá-la ou fazer uso da mesma, do mesmo jeito que a Ucrânia está usando o Bitcoin para fugir da corrupção comunista.




Quanto à DASH, eu tinha assistido alguns vídeos daqueles que a promovem e chegado à conclusão de que ela não é realmente decentralizada. Apenas os que possuem estoques de mais de 10.000 moedas é que podem tomar decisões. É algo assim como, no Brasil que vivemos, ter uma moeda virtual em que somente os donos da JBS ou Odebrecht pudessem decidir como funcionaria nossa vida monetária. Não é algo muito sábio.

Em todos os casos, creio que os ânimos irão se acalmar e o Bitcoin seguirá sua vida. Pelo menos enquanto houverem países como Ucrânia, Venezuela e outros nos quais as moedas criptográficas sejam uma questão de sobrevivência.

Comentários

VOLTE SEMPRE

VOLTE SEMPRE

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA ABERTA A VITOR RODRIGUES FERRULIA

BITCOIN (MOEDA DIGITAL) - FAZENDO AS PERGUNTAS CORRETAS

CIDADE DE CHICAGO USARÁ A BLOCKCHAIN PARA REGISTRO DE IMÓVEIS