HOLLYWOOD USA TOM HOLLAND PARA FAZER VOCÊ ODIAR SEU PAI



Algum tempo atrás Tom Holland ganhou um premio de Estrela Revelação, em sua Inglaterra Natal.  Apesar de ser um ator incrivelmente talentoso, a fama nem sempre acompanha as pessoas certas.

A primeira vez que ouvi falar dele foi quando ele ganhou o papel de Homem Aranha. Meu pensamento de cinéfilo ao vê-lo foi: como escolheram alguém tão apagado para um papel tão disputado. Afinal de contas foram 1000 concorrentes ao mesmo.

Assisti a alguns vídeos engraçadinhos que ele fez no youtube e só então tomei a iniciativa de assistir O Impossível. Ao fazê-lo me convenci de que não haveria ninguém melhor para qualquer papel que entregasse a ele.

Assisti também No Coração do Mar, e fiquei comovido com a história de sua amizade com o ator Chris Hemsworth, ao qual ele credita o fato de ter conseguido o papel do herói da Marvel.

Acabei de assistir Edge Of Winter, no qual Tom Holland interpreta o filho de Joel Kinneman, mais conhecido pelo filme Robocop. Este inclusive foi o primeiro filme no qual o vi, e confesso que a única coisa que estranhei foi a cena na qual é mostrado o que restou de seu corpo. Por mais ficção que seja, aquela cena é petética em um filme até razoável de assistir.

O filme mostra um ator brilhante interpretando um pai perturbado com a possibilidade de perder os dois filhos. A mãe dos mesmos os está levando para a Inglaterra. Existem pais psicopatas no mundo? Claro que sim. 

Entretanto a construção mental deste filme, que provavelmente foi assistido por crianças na mesma idade dos dois jovens atores, só serve para manchar a figura paterna. Um dos passatempos prediletos de Hollywood.
Uma publicação compartilhada por ✌️ (@tomholland2013) em

Pense por exemplo no relacionamento de Tony Stark com Peter Parker, o qual está sendo construído nos filmes da Marvel. Por mais que um veja no outro uma figura paterna, eles são apenas dois desconhecidos que se encontraram para salvar o mundo. Hollywood sempre mostra filmes no qual os jovens admiram figuras paternas que não são seu pais reais.

Uma publicação compartilhada por ✌️ (@tomholland2013) em
Tom Holland tornou-se famoso como dançarino no teatro, interpretando Billy Elliot.

Um filme que tinha tudo para se tornar uma aventura entre um pai amoroso e seus filhos, acaba tornando-se apenas mais uma máquina de propaganda contra a figura paterna. Inclusive o irmão mais novo sempre fica indeciso entre a quem admirar ou obedecer. O irmão que claramente não gosta do pai, ou o pai protetor que é chantageado por uma mão que sempre coloca os filhos contra ele.
Uma publicação compartilhada por ✌️ (@tomholland2013) em
Tom Holland e seu irmão Sam na estreia de Capitão América - Guerra Civil.


Infelizmente este é o mundo não somente de Hollywood. Muitas mães modernas têm como passatempo destruir a autoridade do pai diante de seus filhos. Depois ficam chorando quando seus filhos se tornam psicopatas piores do que aqueles que elas imaginavam que seus esposos fossem.

Comentários

Postagens mais visitadas