GLOBO CONTINUA SUA OSTENSIVA E INTENSIVA CAMPANHA CONTRA A PM



A coisa mais urgente no Brasil, neste momento, é desmascarar todos os bandidos, amigos de bandidos, panfletários de bandidos e porta vozes de bandidos. Um exemplo disto é a avacalhada que o Danilo Gentili deu recentemente no Catraca Livre.

Vou fazer aqui um estudo detalhado de uma reportagem para que vocês entendam que, um dos piores inimigos do povo brasileiro neste momento, chama-se imprensa. Na verdade eles, com muito raras exceções, são apenas canais de propaganda a favor da bandidagem em geral. 

Vamos então por partes como diria Jack:



"A imprensa sabia de tudo." - A foto com um bando de jornalistas junto a Dilma Rousseff comprova de que lado eles estão. Então nada a se assombrar com a declaração de Emilio Odebrecht.







1 - Menor é morto a tiros ao tentar assaltar capitão da PM em SP 

Isto é um menor


Qualquer escritor que se preze tem de saber colocar as palavras para mostrar aquilo que ele pensa é mais conveniente. E a palavra menor aqui, está colocada estratégicamente para que você pense que um Capitão da PM de SP, matou um ser indefeso. A verdade da frase seria: Assaltante é morto por Capitão da PM. - Simples assim. 

Ontem li um folheto das testemunhas de Jeová, sobre o fato de que as bíblias atuais retiraram o nome Jeová, ou Javé, e isto tirou Deus de cena. Eles têm razão na maioria das coisas escritas alí. Entretanto dois pontos do folheto se contradizem: em um eles dizem que o livro de Mateus foi escrito em Hebráico e, em outro, eles dizem que os evangelhos foram escritos em grego. Não tem como ser as duas coisas. Eles apenas querem usar uma meia verdade para afirmar algo. No caso jornalistico, eles distorcem completamente a verdade.

2 - Rapaz saiu da Fundação Casa há 15 dias.

Isto é um rapaz!

Para início de conversa a Fundação Casa continua sendo uma fábrica de bandidos. E foi um bandido que saiu de lá e logo depois tentou assaltar alguém. Rapazes não vão se hospedar na Fundação Casa. Bandidos Mirins são presos lá. Os portões de qualquer Unidade de lá são de ferro mais grosso do que de cadeias normais.


3 -  Um adolescente de 17 anos foi morto ao tentar assaltar um capitão da Polícia Militar na marginal da Via Expressa Sul, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, no fim da tarde deste domingo (16). O policial estava com um grupo de ciclistas, que transitava na pista, e reagiu à ação do suspeito.

Isto é um adolescente de 17 anos


Adolescentes não assaltam. Não existe crime algum no fato de alguém estar na puberdade e exatamente por isto que este substantivo está usado aqui. Não importa a idade do assaltante. Ninguém viu um adolescente, viu que ele era "novinho" e lhe meteu fogo. E não foi uma reação "suspeita". Ou ele tentou assaltar o grupo ou o PM assassinou um inocente. Como não é este o caso, os escritores de ficção tentam confundir sua cabeça.


4 - A tentativa de roubo ocorreu na Avenida Almeida Vinhas, no bairro Vilamar. Segundo informações da polícia, o grupo estava pedalando na via quando foi surpreendido pelo rapaz armado. Entre os ciclistas estava o capitão.


Este rapaz está armado. E no entanto, não creio que a polícia o mataria a sangue frio por isto.



Eles se contradizem logo depois do ponto final. Um suspeito não faz tentativa de assalto. E eles queriam que fosse segundo quem: segundo o assaltante? Ele estava armado ou não? Se estava armado ele não é suspeito, menor, adolescente ou pouco importa a idade dele. Ele é um bandido perigoso.

5 - Com o jovem havia um revólver calibre 22.

Isto é um jovem


Jovens não andam com revolver calibre 22, no país do desarmamento. Bandidos andam. Então um PM não assassinou um jovem, um adolescente, um menor. Aliás, qual era a faixa etária do bandido e por que é tão importante assim toda esta distinção? Apenas para que você pense nele como uma inocente vítima de um bandido da PM.

Afinal de contas com qual destes se identifica o bandido que um PM matou em auto defesa?



Comentários

Postagens mais visitadas