MIT, COREIA DO NORTE, JAPÃO E O FUTURO DO #BITCOIN




Para alguém viciado em cinema como eu, só existe um paralelo para o domínio do Bitcoin no mundo: a Skynet da série Exterminador do Futuro. Quanto mais se tenta acabar com o Bitcoin, seja por leis proibitivas, por tentativas de hackear ou por tentar quebrar a corrente, mais o Ecossistema Bitcoin fica forte. Vejamos alguns exemplos recentes:


Skynet se torna auto consciente e toma controle do mundo em O Exterminador do Futuro 3


Não se sabe se a mando do governo ou por conta própria, hackers norte coreano estão sendo acusados de roubar US$ 90.000,00 (noventa mil dólares americanos) por mês em bitcoin entre 2013 e 2015.  Juntando a isto o fato de que o igualmente comunista governo da Venezuela vem roubando as mineradoras de bitcoins do povo, comprovando a velha máxima: "só tem uma coisa que comunista gosta mais do que dinheiro, é de dinheiro dos outros".



Como o Bitcoin é uma economia mundial, que não reconhece barreiras alfandegárias, o roubo de Bitcoin nestes países faz com que a economia da criptomoeda seja cada vez mais valorizada. Os usuários do resto do mundo só sabem que a Rede Bitcoin está sendo usada, para saber onde têm de pesquisar IP por IP. E isto é coisa que só interessa a governos corruptos como o brasileiro.

Nas mesma semana em que esta roubo é noticiado, chegam as boas novas de que o Japão decretou a legalidade do Bitcoin no país. E já existem lojas negociando com a moeda eletrônica.

O que leva dois países tão diferentes um do outro a colocar o Bitcoin para funcionar? Certamente é o fato de que o Bitcoin cumpre exatamente o que promete. Uma moeda que não depende dos corruptos do governo ou do banqueiro. Banco e corrupção são palavras quase sinônimas.

Em qualquer parte do mundo, na qual existam pessoas, elas estarão interessadas em melhorar financeiramente sua vida. No Brasil, por exemplo, a empreiteira Odebrecht tornou-se a comunidade em torno da qual toda a propina e corrupção giraria. Se o povo brasileiro quiser realmente livrar-se da corrupção, terá de tirar todo o poder que esta empresa e qualquer outra tenha sobre suas vidas.


E o que acontece quando o centro de Tecnologia mais famoso do mundo, entrasse na corrida para estabelecer o Bitcoin como moeda de troca. Isto é o que está acontecendo com o Massachusetts Institute of Technology (MIT) - Instituto de Tecnologia de Massachusetts. O instituto estará doando US$ 100,00 (cem dólares) em Bitcoin a cada estudante de lá. Meio milhão de dólares já foi arrecadado para o projeto.

O objetivo de tal empreendimento é estabelecer um ecossistema para o Bitcoin no MIT. O modo como os alunos gastarão seus Bitcoins serão monitorados como uma atividade cientifica do instituto. Até o lançamento do projeto, os membros do Clube Bitcoin do Instituto ajudarão os comerciantes do Campus a implementar o modo como serão aceitos os Bitcoins, ou seja, a fazer cada um sua carteira Bitcoin.

O Projeto tem cerca de 25 doadores e um porta voz do instituto enviou um enviou um e-mail aos cabeças do projeto desejando todo o sucesso.

Com notícias como estas, as mentes brilhantes por trás do Bitcoin irão ter em mente que devem acalmar seus ânimos e procurar o melhor consenso para aprimorar a moeda e tirar o risco de que a mesma seja apenas um projeto abortado.

Comentários

Qual seu grande projeto?

Qual seu grande projeto?

Postagens mais visitadas