É PHOTOSHOP, MAS... TEM QUE SER! - O MITO DO SISTEMA SOLAR



O único cientista que eu sou fã chama-se Barry Allen, o homem mais rápido do mundo também conhecido como The Flash. Eu sempre achei estranho as pessoas confiarem cegamente em pessoas que fabricam coisas como dinamite (Alfred Nobel), Bomba Atômica (Leó Szilárd) e outras coisas parecidas.

Vote While You float: An Astronaut Voting Story - With the excitement of getting to the polls on Election Day many people will have a hard time keeping their feet on the ground, but astronauts who vote literally have to strap themselves down so they don't float away. Astronauts orbit the Earth at 17,000 miles per hour, but thanks to a bill passed by Texas legislatures in 1997 that put in place technical voting procedure for astronauts - nearly all of whom live in Texas - they also have the ability to vote from space! For astronauts, the voting process starts a year before launch, when astronauts are able to select which elections (local/state/federal) that they want to participate in while in space. Then, six months before the election, astronauts are provided with a standard form: the "Voter Registration and Absentee Ballot Request - Federal Post Card Application." While astronauts don't have to wait in line for their ballot like the rest of us, there is one disadvantage to voting in space: they miss out on the highly coveted "I Voted" sticker. Credit: NASA #nasa #space #spacestation #vote #voted #electionday #electionday2016 #govote #iss #astronauts
Uma publicação compartilhada por NASA (@nasa) em
Entretanto ciência é a religião do mundo moderno. As pessoas acreditam, sem nem pestanejar, em médicos que os entopem de veneno, e que primeiro inventam os remédios para depois inventarem a cura. Onde estão as epidemias de Ebola que dois anos atrás quase acabam com o mundo? Tudo encenação.

Para que você saiba se é religião ou não, basta ver o nome de todos os "supostos" planetas do sistema solar: 



As southern winter solstice approaches in the Saturn system, NASA's Cassini spacecraft has been revealing dramatic seasonal changes in the atmospheric temperature and composition of Saturn's largest moon, Titan. Winter is taking a grip on Titan's southern hemisphere, and a strong, whirling atmospheric circulation pattern -- a vortex -- has developed in the upper atmosphere over the south pole. Cassini has observed that this vortex is enriched in trace gases -- gases that are otherwise quite rare in Titan's atmosphere. Cassini's observations show a reversal in the atmosphere above Titan's poles since the spacecraft arrived at Saturn in 2004, when similar features were seen in the northern hemisphere. Images like this, from our Cassini spacecraft, lead scientists to conclude that the polar vortex clouds form at a much higher altitude -- where sunlight can still reach -- than the lower-altitude surrounding haze. Credits: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute #nasa #planet #astronomy #nasabeyond #cassini #saturn #titan #vortex #winter #science
Uma publicação compartilhada por NASA (@nasa) em
Hélio (em grego: Ἥλιος, "Sol", latinizado como Helius) é a personificação do Sol na mitologia grega. Hélio é filho dos titãs Hiperião e Teia, tendo como irmãs Eos, o amanhecer, e Selene, a Lua[1].

Puzzle this: The appearance of an ice cloud seemingly out of thin air has prompted our scientists to suggest that a different process than previously thought -- possibly similar to one seen over Earth's poles -- could be forming clouds on Saturn's moon Titan. Located in Titan's stratosphere, the cloud is made of a compound of carbon and nitrogen known as dicyanoacetylene (C4N2), an ingredient in the chemical cocktail that colors the giant moon's hazy, brownish-orange atmosphere. Decades ago, the infrared instrument on our Voyager 1 spacecraft spotted an ice cloud just like this one on Titan. What has puzzled scientists ever since is this: they detected less than 1 percent of the dicyanoacetylene gas needed for the cloud to condense. Recent observations from our Cassini mission yielded a similar result. "The compositions of the polar stratospheres of Titan and Earth could not differ more," said Michael Flasar, a principal investigator at our Goddard Space Flight Center. "It is amazing to see how well the underlying physics of both atmospheres has led to analogous cloud chemistry." Seen here is a natural color view of Titan and Saturn from our Cassini spacecraft on May 6, 2012. Image Credit: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute #nasa #saturn #planet #cassini #titan #moon #cloud #space #solarsystem
Uma publicação compartilhada por NASA (@nasa) em
Saturno (do latim Saturnus) é um deus romano do tempo equivalente ao grego Cronos. É um dos titãs, filho do Céu e da Terra. Com uma foice dada por sua mãe mutilou o pai, Caelus, tomando o poder entre os deuses.
Expulso do céu, pelo seu filho Júpiter (Zeus), refugiou-se no Lácio. 

Júpiter (em latim, Iuppiter, Dis Pater e deus pater, em grego Zeus pater, sânscrito Dyàuṣpítaḥ) era o deus romano do dia, comumente identificado com o deus grego Zeus. Também era chamado de Jove (Jovis). Na mitologia romana Júpiter é o pai do deus Marte. Assim, Júpiter é o avô de Rómulo e Remo, os lendários fundadores de Roma. Júpiter é filho de Saturno e Cibele.

Urano (em grego: Ουρανός, transl.: Ouranós, lit. "o que cobre" ou "o que envolve"), na mitologia grega, era a divindade que personificava o céu. A etimologia possivelmente tem origem no vocábulo sânscrito que origina o nome de Varuna, deus védico do Céu e da Noite. Sua forma latinizada é Uranus. Foi gerado espontaneamente por Gaia (a Terra) e casou-se com sua mãe. 

Plutão (do grego antigo Pluto = rico) ou Dis (do latim dives = rico) é como ficou conhecido o deus dos mortos e das riquezas na mitologia romana, após a introdução dos mitos e da literatura gregas.

Vênus ou Vénus)[1] é a deusa do panteão (ou panteon) romano, equivalente a Afrodite no panteão grego, cujo nome vem acompanhado, por vezes, de epítetos como "Citereia" já que, quando do nascimento, teria passado por Citera, onde era adorada sob este nome. É a deusa do Amor e da Beleza, tendo sido assimilada à Vênus romana, uma deusa local do comércio.

Gaia, Geia ou Gé (em grego: Γαία, transl.: Gaía), na mitologia grega, é a Mãe-Terra, como elemento primordial e latente de uma potencialidade geradora incrível. Segundo Hesíodo, no princípio surge o Caos (o vazio) e dele nascem Gaia, Tártaro (o abismo), Eros (o amor), Érebo (as trevas) e Nix (a noite).[1]
Gaia gerou sozinha Urano (o Céu), Ponto (o mar) e as Óreas (as montanhas).[1] Ela gerou Urano, seu igual, com o desejo de ter alguém que a cobrisse completamente, e para que houvesse um lar eterno para os deuses "bem-aventurados".

Na mitologia romana, Mercúrio (associado ao deus grego Hermes) é um mensageiro e deus da venda, lucro e comércio, o filho de Maia Maiestas, também conhecida como Ops, a versão romana de Reia, e Júpiter. Seu nome é relacionado à palavra latina merx ("mercadoria"; comparado a mercador, comércio). 

Netuno é o deus romano do mar, inspirado no deus grego Posídon (ou Poseidon).
Filho do deus Saturno e de Ops, irmão de Júpiter e de Plutão. Originariamente é o deus das fontes e das correntes de água, dos terremotos e criador dos cavalos. Deus inseparável dos cavalos, senhor das ninfas, sereias e sereias dos lagos, rios e fontes

Marte é o deus romano da guerra e guardião da agricultura, uma combinação de características iniciais romanas com o grego Ares.[1]
Filho de Juno e de Júpiter, é considerado o deus do impulso, responsável por tomar atitudes rápidas e determinadas. Marte é também um dos deuses da guerra e da carnificina, mas principalmente da agricultura, colheita, dos campos, da vegetação, sendo assim, sempre relacionado com a fertilidade.

Vendo alguns vídeos sobre o espaço, me deparo com a seguinte expressão: "É photoshop, mas... tem que ser". Ela foi dita por um artista da NASA sobre as várias fotos do "planeta" terra vista do espaço. Para que você não pense que estou inventando, traduzi um texto de aluguém que trabalhou na NASA. O texto em inglês, juntamente com o de outras pessoas sobre o assunto estão neste link do Quora. As fotos mostradas aqui são do instagram oficial da NASA.

Kaz Vorpal - Ex empregado da NASA

Eu trabalhei na NASA, responsável pela retrabalho do site do Telescópio Espacial Hubble. Naquela época, eles usaram muito o Photoshop e outras ferramentas gráficas para manipular o tipo de imagens de espaço que você está falando.

Isso não envolve apenas a limpeza de uma imagem, ou costura alguns juntos, ou adicionar marcas para mostrar onde algo estava. Ele também incluiu alterar a maneira fundamental imagens olhar, para torná-los mais bonita, mais desejável, e assim por diante.

Na verdade, muitos dos mais belos gráficos que a NASA usa como suas marcas, para obter suporte, são neste sentido, em grande parte falso. A famosa nebulosa Eagle pic (eu vou anexar uma versão dele), por exemplo, era originalmente greyscale, a colorização é completamente humano-adicionado.

Por isso, a sua premiada beleza, a ferramenta promocional de base para o Office of Public Outreach, é apenas um gimmick PR.

Planets! Our Kepler mission has verified 1,284 new planets – the single largest finding of planets to date that more than doubles the number of confirmed planets from Kepler. In the newly-validated batch of planets, nearly 550 could be rocky planets like Earth, based on their size. Nine of these orbit in their sun's habitable zone, which is the distance from a star where orbiting planets can have surface temperatures that allow liquid water to pool. With the addition of these nine, 21 exoplanets now are known to be members of this exclusive group. Kepler captures the discrete signals of distant planets – decreases in brightness that occur when planets pass in front of, or transit, their stars – much like the May 9 Mercury transit of our sun. Since the discovery of the first planets outside our solar system more than two decades ago, researchers have resorted to a laborious, one-by-one process of verifying suspected planets. This artist's concept depicts select planetary discoveries made to date by NASA's Kepler space telescope. Credits: NASA/W. Stenzel #nasa #space #science #astronomy #exoplanet #kepler #planet #planets
Uma publicação compartilhada por NASA (@nasa) em
Isso é consistente com o que eu aprendi sobre a NASA, em geral. O único foco de cada parte da organização que eu encontrei era lucrar com o aumento de financiamento, usando qualquer meio era necessário, incluindo gimmicks PR. Eles gastaram uma pequena fortuna em uma ferramenta para "medir a camada de ozônio", que não acrescentou nenhuma informação útil. Quando eu perguntei por que, foi-me dito que ter um astronauta apontando um instrumento através de uma janela de vaivém na terra, por mais inútil que possa ser, foi uma grande foto op, para aumentar o financiamento. O conceito de Fear Equals Funding era abundante ali, bem como a obsessão de ter certeza de que nada era feito com rapidez e eficiência, para garantir que os orçamentos fossem sempre usados, de preferência que os projetos ficassem curtos, mesmo que pudessem ter sido feitos com dinheiro Para poupar


A beleza desta imagem é através das cores adicionadas por seres humanos, com Photoshop ou alguma outra ferramenta. A coisa real não ficaria assim.

Comentários

VOLTE SEMPRE

VOLTE SEMPRE

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA ABERTA A VITOR RODRIGUES FERRULIA

BITCOIN (MOEDA DIGITAL) - FAZENDO AS PERGUNTAS CORRETAS

CIDADE DE CHICAGO USARÁ A BLOCKCHAIN PARA REGISTRO DE IMÓVEIS