O LEÃO NO INVERNO




"Eu quero sair, eu quero falar, eu quero ensinar o vizinho a canta nas manhãs de setembro!"
Manhãs de Setembro - Vanusa

Duas cartas chegaram às mãos de Victor Dorsey naquele dia três de setembro de dois mil e um. Uma delas era da Organização das Nações Unidas, o que ele achou muito estranho, pois não tinham nenhum contato por lá. A outra era de uma firma de advocacia de Nova Iorque chamada Thompson e Brandini, cujo dono era um advogado famoso chamado John Grisham. Ele não tinha ido trabalhar naquele dia e as deixou em cima de uma cômoda em seu quarto. Ao lado da carta estava o livro O Contrabandista de Deus do irmão André. Ele tinha lido em sua adolescência e agora tinha comprado um exemplar em inglês.
Sob as suas asas você encontrará refúgio. Salmos 91:4 


Depois que deu entrada no pedido de adoção dos garotos, Victor providenciou uma reforma geral bem ao gosto deles no quarto em frente ao seu. E que era bem maior que o do subsolo, para ser o novo Refúgio Secreto dos dois.  


Victor comprou também um Mercedes Benz para os garotos e, mesmo o carro sendo usado, eles se sentiram os mais bem aventurados entre os homens.

Mercedes Benz - Janis Joplin


Lincoln e Vinny voltaram a estudar e link, que já estudava português desde que conhecera seu pai, agora treinava com ele e Vinny o novo idioma. Pensava que, já que quarenta por cento da cidade, incluindo seu patrão transformado agora em pai, falava esta língua ele não perderia nada em aprender o idioma falado por ele. Vinny, que já trabalhava há mais tempo em um restaurante cheio de brasileiros, já sabia se comunicar no idioma do pai, e deu uma grande ajuda para o irmão aprender também.

Victor, como bom patriota, só permitia que os filhos falassem em português em sua casa. Dizia que achava desrespeitoso falarem outra língua no país que não fosse inglês. Do mesmo modo que seu mentor não permitia que seus filhos americanos falassem inglês no Brasil.Como ótimo aluno que era, Lincoln já se comunicava quase perfeitamente. Ficou surpreso, quando o professor Daniel Oliveira disse que, sessenta mil pessoas da cidade de Stoughton falavam português e que duzentas mil pessoas da cidade de Newark, próxima a Nova Iorque, também falavam. Mas ficou de boca aberta mesmo foi quando seu pai disse que o dia da independência do Brasil era comemorado no centro de Nova Iorque com uma festa brasileira.

- Esse seu mentor é aquele da foto no escritório do restaurante? – Lincoln perguntou a primeira vez que ouviu falar no assunto.

- É sim. Tudo o que aprendi na vida sobre amor, trabalho árduo, economia e respeito ao próximo foi ensinado pelo Reverendo Henry Haswell, da Igreja Presbiteriana que frequentei. Nunca ninguém teve tanta paciência comigo como ele teve nos anos em que convivemos. Eu não me considerava capaz de sair do mundinho em que vivia. Ele dizia coisas muito sábias, mas que eu considerava muito engraçadas.

- O que, por exemplo?

Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama. 2 Pedro 2:22

Ele dizia que chafurdar na lama não era a melhor maneira de se limpar. Chafurdar é o que os porcos fazem quando estão com calor. Teve uma vez que falei pra ele de algo muito feio que eu tinha feito. Adivinham o conselho que ele me deu.

- Não tenho ideia. Daddy! – Vinny e Lincoln como sempre falando as coisas ao mesmo tempo.

- Ele citou para mim uma música de carnaval que dizia: “levanta, sacode a poeira, e dá a volta por cima”. Mas a frase dele que eu mais gostava era: “quem não chora não mama!”.

Volta Por Cima - Noite Ilustrada


Os dois riram e, Lincoln pensou que agora sabia de onde vinha o humor negro que seu pai parecia ter.

- Mas a coisa mais importante que ele me ensinou foi algo que aprendi aqui também assim que cheguei, assistindo Blue´s Clues.

- Você já assistiu aquilo? Mas é programa para criancinhas.

- E como você acha que eu aprendi inglês, Link? Assisti tudo quanto é programa de televisão. Comprei inclusive os DVDs da série OS WALTONS que eu assistia com minha família quando era criança. E lia sempre muitos livros. O pessoal do restaurante achava estranho eu viver com um livro em inglês na mão e ter de repetir as frases que eu dizia, para que eu aprendesse o jeito correto. Eles só sabiam que eu realmente entendia o que lia porque vivia falando para eles sobre as coisas que lia nos livros.

Os Waltons - Abertura


- E qual foi essa frase do Blue´s Clues que você falou?


- “Você pode fazer qualquer coisa que você quiser”. Teve uma vez que eu procurei o pastor Haswell, para pagar uma grana que ele gastou comigo para eu conseguir meu primeiro emprego. Advinha o que ele disse?

- Não sei daddy. O que foi? – Lincoln perguntou.

- Ele olhou bem sério para mim e disse: “irmão Victor, você não me deve nada. Mas se você realmente está grato a Deus e algum dia encontrar alguém passando necessidade, pense no que Deus fez por você e o ajude”. Eu nunca disse isto pra ele, mas sempre o considerei meu pai.

- Então eu e o Vinny tivemos mais sorte que você, pois fomos os felizardos com quem você cumpriu sua promessa. E ainda ganhamos o pai mais fabuloso do mundo.

Victor levou um susto quando a porta de seu quarto se abriu. Estava tão concentrado em suas lembranças, que nem percebeu que já era hora de os garotos chegarem.

- Que foi pai. – disse Vinny em português – estava pensando na morte da bezerra.

- Foi só um pouco de nostalgia. – Victor respondeu ao abraçar os filhos. Chegaram duas cartas e eu estava esperando vocês para abrirmos junto. Imagine que a ONU mandou algo prá nós. Tem inclusive o nome de nós três como destinatários. Como eles sabem sobre nós?

 Para que olhem e não enxerguem nada e para que escutem e não entendam; se não, eles voltariam para Deus, e ele os perdoaria. Marcos 4:12


- Pelo menos nos filmes quem tem a mania de viver espiando a vida dos outros é a CIA. Será se eles pensam que somos parentes daquele sujeito que o Will Smith fez em Inimigo de Estado?

- Espero que não. – observou Lincoln – Não gosto muito da ideia de viver sendo espionado.

- Que livro é este, daddy. Está querendo virar muambeiro?

- Victor deu uma gargalhada e falou para ele:

Assim por lábios gaguejantes, e por outra língua, falará a este povo.Êxodo 32
- Que tenso. – disse Vinny.

- O que é mais legal é que ele não falava a língua das pessoas para quem ele levava as Bíblias.

- E como eles se entendiam? – o curioso agora era Lincoln.

- O irmão André pegava uma Bíblia em holandês que era sua língua. Abria um texto da Bíblia que queria que a outra pessoa entendesse. Abria uma das Bíblias que ele estava contrabandeado no mesmo texto e mostrava para a pessoa. Esta pessoa pegava então uma resposta convincente em outro texto da bíblia dele. Pegava a Bíblia em holandês do irmão André. E assim conversavam sem dizer uma palavra.

- Que maluquice. Então ser cristão aqui na América é bem mais fácil.

- Também acho. – Emendou Vinny.

- E como é. Eu assisti uma vez uma pregação de um pastor brasileiro chamado Josué Yrion. No vídeo, ele diz que fez uma dessas viagens com o irmão André. Nesta viagem os dois tiverem suas pernas quebradas. O pastor Josué também virou cidadão americano. Ele mora na Califórnia.

- Que doidera. – Quando disse isto Link caiu na gargalhada. Tinha acabado de ler a carta que veio da ONU.

- O que tem ai de tão engraçado filhão? 

- Eles estão nos convidando para uma reunião na qual pretendem estabelecer a adoção de um imposto mundial. Eles deviam saber que já pagamos tanto imposto que chamamos nosso estado de Taxachussetts.

Imposto é roubo - Idéias Radicais


Lincoln achou estranho o fato de seu pai não rir, e ficou preocupado com o olhar sombrio que se formou em seu rosto.

- Você está bem. Daddy?

- Estou sim, meu garoto. Mas esta carta é sobre você. Uma firma de Nova Iorque está me convidando, como seu guardião legal, a levá-lo para a abertura do inventário dos bens do senhor Brian Holts. Ele morreu de overdose dos remédios que tomava, e já faz dois meses desde o funeral. Sinto muito, meu querido.

Apesar de todo o ressentimento que sentia, Lincoln saiu chorando e entrou em seu próprio quarto, trancando a porta atrás de si. Victor falou para Vinny deixar ele lá, e foi ligar para a firma de advocacia. Comprou também passagens no voo 93 da United Air Line de Boston para Nova Iorque para o dia 6 de setembro. Não queria que fossem de carro e pensou em aproveitar o Brazilian Day com seu filho. Apesar de a reunião com a firma ser apenas do dia 11. Vinny preferiu não ir, pois já conhecia Nova Iorque e tinha de colocar os estudos em dia.

O diabo o levou a um lugar alto e mostrou-lhe num relance todos os reinos do mundo. Lucas 4:5


Lincoln ficou espantando com aquela multidão no centro de Nova Iorque naquela manhã de setembro, para a independência de um país com o qual ele nunca se importou, antes de conhecer seu pai. Ele não fazia ideia de como o povo brasileiro era chegado em uma festa. Mas ele nem imaginava o que lhe aguardava.

Nas outras vezes em que viera para o Brazilian Day, Victor havia se tornado amigo de um dos organizadores do evento.  E quando chegaram pediu a ele um favor, sem que seu filho soubesse.

Os dois se divertiram muito com o show da Daniela Mercury. No entanto, Link achou estranho quando seu pai falou para eles se aproximarem do palco, quando Caetano Veloso saudou a multidão.

- É muito bom estar aqui com vocês neste dia. – disse o cantor – eu sei da dureza que é ter de sair do seu país para sobreviver, mas pelo menos vocês fizeram isto por contra própria. Eu ao contrário passei anos numa solidão imensa quando o governo do nosso país me exilou em Londres. Imagine que o mano Roberto Carlos fez uma música para mim naquele tempo e por muitos anos as pessoas pensavam que era algo romântico. Eles não faziam ideia que os caracóis dos cabelos que ele falava na música eram os meus.

A multidão aplaudia entusiasmada e, em vários rostos, era possível se ver lenços brancos enxugando as lágrimas.

- Este show é feito pensando exclusivamente em vocês e, fico feliz que alguém tenha pedido uma canção especial. Quero então chamar aqui ao palco o senhor Victor Dorsey e seu filho Lincoln.

Link não entendeu absolutamente nada, pois só conhecia aquele cantor por causa da música London, London, que seu pai viva cantarolando. Victor pegou outro microfone e apesar de parecer meio acanhado, falou:

- Quando cheguei neste país eu não fazia ideia de como minha vida iria mudar. Sei que muitos de você trabalham feito doidos, para ter uma vida descente. Alguns até sustentam a si mesmos e a suas famílias que ficaram no Brasil. Eu passei por tudo isto. Eu consegui um lugar ao sol e também na neve. E quero dizer que todos vocês também podem conseguir.

O povo aplaudia euforicamente.

- No entanto, aqui nesta pátria que agora também chamo de minha, eu consegui o presente mais maravilhoso de todos. Meus dois filhos. Um dele é o Lincoln, esse garotão lindo aqui ao lado, e que a mãe América fez especialmente para mim. E é para ele que o mano Caê vai cantar a primeira canção.

Leaozinho - Pedro Menezes (Operação Triunfo/Portugal)


Lincoln ficou pasmo com o que se seguiu. Seu pai não era tão bom cantor quanto ele. Mas, com o microfone na mão naquele dia 7 de Setembro de 2001 diante de mais de um milhão de pessoas, em um dueto com Caetano Emanuel Viana Teles Veloso, cantou para ele:

“Gosto muito de te ver leãozinho, caminhando sobre o sol. 
Gosto muito de você, leãozinho. 
Para desentristecer leãozinho, o meu coração tão só. 
Basta eu encontrar você no caminho”. 

No instante em que terminaram a música. Todos, inclusive o baiano famoso, aplaudiram emocionados quando Victor abraçou e beijou seu filho americano.

Décimo capítulo do romance NA PRESENÇA DOS MEUS INIMIGOS
Catalogação NA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL
NA PRESENÇA DOS MEUS INIMIGOS – AS CRÔNICAS DE VICTOR
DORSEY / VICTOR DORSEY
NÚMERO DE REGISTRO: 595.801 LIVRO: 1.140 FOLHA 325
Nenhuma parte deste romance poderá ser reproduzida ou copiada, constituindo infringimento da lei de copyright.

Comentários

VOLTE SEMPRE

VOLTE SEMPRE

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA ABERTA A VITOR RODRIGUES FERRULIA

BITCOIN (MOEDA DIGITAL) - FAZENDO AS PERGUNTAS CORRETAS

CIDADE DE CHICAGO USARÁ A BLOCKCHAIN PARA REGISTRO DE IMÓVEIS