GOST IN THE SHELL - UM RETRATO DO MUNDO MODERNO


Upgrade: quando assisti este filme a primeira vez, achei estranho que Scarlet Johanson se movia parecendo um homem. Agora descubro que ela realmente é um homem.

"Como os preciosos filhos de Sião, que antes valiam seu peso em ouro, hoje são considerados como vasos de barro, obra das mãos de um oleiro!" Lamentações de Jeremias 4:2

"Temos, porém, esse tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós." 2 Coríntios 4:7

O motivo pelo qual eu queria assistir este filme, é porque a história dele foi uma das inspirações para Matrix, o melhor filme de conspirações de todos os tempos. Gost In The Shell é um filme um tanto sombrio, assim como sombria é a vida que ele tenta denunciar. 



Explicando primeiro o título, que nada tem com Vigilante do Amanhã. Refere-se ao fato de que um espírito, ou mente humana, é aprisionado em um corpo artificial, como uma concha.  Major (Scarlett Johansson) é este fantasma aprisionado em uma concha e que não faz a menor ideia de sua própria identidade.

Ela tem falsas memórias implantadas e toda sua vida é apenas usada como uma arma nas mãos de pessoas super poderosas e inescrupulosas. Em algum momento, ela passa a ver coisas que não existem na realidade, uma destas visões, aproveitadas em Matrix, é um gato preto. Major passa então a questionar o motivo de sua própria existência.

E lembrar-te-ás de que foste escravo na terra do Egito e de que Yahuwah, teu Deus, te resgatou. Deuteronômio 15:15


Mesmo não entendendo o que está acontecendo, ela continua sua pacata vidinha de policial, crendo que suas ações são fonte de justiça para a humanidade. Uma destas missões é prender ou matar alguém que lhe revela que ela vive uma mentira e diz para parar de tomar os remédios que só servem para suprimir suas verdadeiras memórias.

Ao final do filme ela encontra sua mãe, uma japonesa que a reconhece pelo "modo como olha para si". Uma cena extremamente comovente.

Vamos então à mensagem que o filme passa: o ser humano normal não passa de um fantasma em uma concha, ou como traduziria a Bíblia: um tesouro em vasos de barro. Enquanto você não tiver certeza de quem realmente é, não passará de uma arma usada para enriquecer mais ainda pessoas entupidas de dinheiro.



Para mantê-lo na escravidão, eles planejam por anos a fio, falsas memórias implantadas em sua mente que geralmente levam a um acontecimento de puro terror. Isto mantem sua mente sedada e sem nenhum tipo de reação. Apenas sombras em um corpo que não está vivo, apenas respira. Como exemplo de memórias implantadas, veja este vídeo com muitas menções ao terror nas Torres Gemeas e Pentágono passados por anos a fio, antes de ser levado a cabo pelos donos do mundo para que você passasse a ter medo de muçulmano, um povo que nem mesmo existia antes de 1900.

Todos os limites da terra se lembrarão e se converterão a  Yahuwah. Salmos 22:27



Pense por exemplo, nos vários ataques terroristas ocorridos depois de 2001 e veja como as datas quase sempre são 11 ou 22. Estranha fixação por números múltiplos de 11. E quando toda a humanidade acordar para estas coincidências, eles partirão para o terror supremo que tem sido implantado em sua mente através do cinema. Pode ser um ataque de zumbis, de ETs ou quem sabe de dinossauros. Tudo ilusão criada para manter o povo escravizado.

Estas são as falsas memórias implantadas. Há também toda uma vida que, assim como a Major, você esqueceu. Você esqueceu que é filho de um Deus todo poderoso e que o ama. Que ele construiu um mundo enorme chamado terra e que os poderosos do mundo transformaram em uma bola que é só o pó das estrelas. Quando você descobrir que o mundo não é nada do que você imagina e que pode ter poderes como voar ou correr mais rápido que o Flash perceberá que você é o verdadeiro "fantasma na concha".

Comentários

Qual seu grande projeto?

Qual seu grande projeto?

Postagens mais visitadas